Parceria entre o Governo de MS e o Instituto Biológico de São Paulo será ampliada

Categoria: BIOECONOMIA, Geral | Publicado: quinta-feira, dezembro 6, 2018 as 16:24 | Voltar

Na oportunidade em que estiveram em São Paulo participando da primeira reunião sobre vigilância no trânsito nacional e internacional de animais e produtos pecuários, na sede da FAESP, o Superintendente da Semagro, Rogério Beretta e o Diretor Presidente da Iagro, Luciano Chiochetta fizeram ainda uma visita ao Instituto Biológico da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.   

Durante o encontro com o Diretor Presidente do Instituto, Antônio Batista Filho, Beretta e Luciano puderam conhecer melhor a estrutura e a conversa que iniciou com o agradecimento pela parceria pelo auxiliou ao Governo de Mato grosso do Sul durante as pesquisas para fabricação do queijo artesanal, doando os antígenos necessários, rendeu inúmeras possibilidades de novas parcerias, principalmente nas áreas de sanidade animal e bio fabricas.

Segundo Beretta, as bio fabricas (fabricas de produtos biológicos para manejo integrado de pragas) é uma nova tendência e o qual o instituto tem no hall. “Essa é uma política publica importante para o Estado, já que através dela podemos incentivar os produtores a utilizarem menos produtos químicos para controle de pragas e doenças”. Completou.

As parcerias vão além e podem acontecer ainda nos estudos sobre a mortalidade de abelhas com ferrão em Mato Grosso do Sul. Hoje o Instituto mantem parceria com outros Estados, como Paraná, Mato Grosso e Santa Catarina.    

Beretta, Antônio e Luciano, em frente ao Instituto

Sobre o Instituto Biológico (IB)

O Instituto Biológico é o primeiro centro de formação de cientistas e de debate científico no Estado de São Paulo. Ali foi discutida a criação da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e fundada a Sociedade Brasileira de Entomologia. Em reuniões semanais, abraçava-se o conteúdo da ciência no Brasil e no exterior, absorvendo o conhecimento dos participantes e dos conferencistas, provocando o ideal da ciência completa para o desenvolvimento do País. O IB tem como missão desenvolver e transferir conhecimento científico e tecnológico para o negócio agrícola nas áreas de sanidade animal e vegetal, suas relações com o meio ambiente, visando a melhoria da qualidade de vida da população. Seu grande desafio como instituição, hoje, é aliar um histórico de contribuições a um presente que exige excelência e prontidão de resposta a uma sociedade em profunda transformação, com alteração no perfil do controle das pragas e doenças, com interferência de fatores relacionados ao modelo de desenvolvimento econômico, às alterações ambientais, às migrações e ao intercâmbio internacional.

Kelly Ventorim

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.