Meta de tornar MS um território Carbono Neutro até 2030 é a mais ousada do Brasil, diz ministra da União Europeia

Categoria: MS CARBONO NEUTRO, NOSSO TRABALHO, SUSTENTABILIDADE | Publicado: quarta-feira, novembro 30, 2022 as 15:25 | Voltar

A meta de fazer com que Mato Grosso do Sul seja reconhecido internacionalmente como um território Carbono até 2030 é a mais ousada entre os estados brasileiros. Essa foi a afirmação da ministra conselheira Ana Beatriz Martins, chefe da delegação adjunta da União Europeia no Brasil, que esteve em Campo Grande na manhã desta quarta-feira (30) e se reuniu com o o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), o governador Reinaldo Azambuja, o governador eleito, Eduardo Riedel e o secretário adjunto da Semagro. A visita aconteceu no receptivo do Parque Estadual do Prosa.

Foram discutidos temas relacionados à sustentabilidade e ao meio ambiente e apresentamos os avanços que o Estado já obteve a partir da implementação efetiva do MS Carbono Neutro, por meio do qual Mato Grosso do Sul irá se tornar um território que neutraliza as emissões de carbono até 2030.

A ministra conselheira elogiou as iniciativas de sustentabilidade do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, com o programa MS Carbono Neutro. “É a proposta mais ousada de todos os estados brasileiros", afirmou Ana Beatriz Martins. Ela também quis saber sobre a transformação digital do governo, que fornece vários serviços pela internet.

“Já havia participado de videoconferência com a ministra Ana Beatriz e agora tivemos a oportunidade de falar pessoalmente sobre os últimos avanços de Mato Grosso do Sul na caminhada para se tornar Carbono Neutro até 2030, como a elaboração e divulgação do inventário de emissões de gases de efeito estufa e a criação do fundo Proclima”, comentou o secretário Jaime Verruck.

Reinaldo Azambuja falou da preocupação de Mato Grosso do Sul com as mudanças climáticas e a preservação ambiental. "O nosso programa Carbono Neutro tem vários eixos. Seremos o 1° estado do Brasil a neutralizar as emissões dos gases causadores do efeito estufa", explicou.

Já o governador eleito Eduardo Riedel fez questão de ressaltar o interesse de ter uma relação cada vez mais próxima com a União Europeia. "Vamos trabalhar ações de gestão do nosso território tendo sempre essa visão de sustentabilidade. E é do nosso interesse, enquanto Estado, estreitar relações com a comunidade europeia", destacou.

Com informações de Paulo Fernandes, Subcom
Fotos: Chico Ribeiro

Publicado por: Marcelo Armôa, Assessoria de Comunicação da Semagro

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.